segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Confissão Suprema - a azulzinha

Eu comecei a raparigar, principalmente por causa das constantes brigas que na epoca eu tinha com a patroa, ai de uma hora pra outra, eu, que só comia uma, passei a comer varias e varias gatinhas, a maioria coisa linda, gostosona, a idade media delas era em torno de 23 a 25 anos, não me recordo de ter comido alguma com mais de 25 anos.

Ai, la estava eu, brigando com a patroa, e toda semana comendo um monte de putas,







 lógico que com isso meu apetite sexual pela patroa iria pelo cano,  passei a não mais ter desejo pela patroa suprema, e amigos, passava até 20, 30 dias sem ter nada com ela, logo, que,  a cada briga que tinhamos, ficavamos uns 5 dias sem nos falarmos, ai com a falta de sexo (para ela) fez ela ficar ainda mais putaça comigo, depois que ela descobriu as traiçoes, ela me falou que agora entendia porque eu nao comia ela, ela chegou a pensar que eu fazia parte dos 99% dos leitores mdm.


Então, um dia, conversando com minha amiga/secretaria, falei pra ela, que não estava mais dando no couro com a patroa,que eu nao sentia a menor vontade de come-la, (caras, as vezes eu tava la em casa de pau duro, ao invés de ir comer a dona suprema, eu ia bater punheta) ai, ela me sugeriu, usar as azulzinhas, ou seja, o bom e velho viagra.



Falei pra ela que seria uma boa ideia, só que eu nao teria coragem de ir comprar na farmacia, dei grana pra ela ir comprar pra mim, então minha boa e jovem secretaria foi la me comprar um pacote de viagra, mas para minha surpresa, só vinha dois comprimidos por cartela, dei pra ela mais grana e falei pra comprar 15 caixas, ela foi e ao voltar, veio morrendo de rir, falando que a menina do caixa da farmacia, ficou olhando pra ela com uma cara estranha, bem achando que ela tava dando pra um velho.








Pois bem, chegou a noite, eu la em casa, meia hora antes de ir pro quarto, tomei um, caras, fui pro quarto, o pau ficou duro feito uma pedra, mas não senti vontade de ter relações com a dona encrenca, fiquei esperando a iniciativa dela, como ela não veio, fui pro banheiro bater punheta, porra, gozei e o pau continuo duro.

Cheguei a conclusão que viagra não iria adiante, pois ele só trata de impotencia, coisa que nao tenho, ele não me faria voltar a sentir tesão pela patroa, mas cheguei ainda a usar cerca da metade do estoque com ela, o restante, usei com as putas, porra, cara, até que vale a pena, putz, teve puta que tee que pedir arrego porque não tava mais aguentando,












eu até hoje, nunca brochei com nenhuma gata, (com a patroa umas tres vezes marromeno) por isso, não preciso de viagra, mas usar me fez ter um desempenho bem melhor, ao acabar o estoque, não renovei, vou deixar pra daqui uns 20 anos.




















Nenhum comentário:

Postar um comentário

posta ae